Flor-de-São João ou Cipó-de-São João


Flor-de-São-João  ou  Cipó-de-São-João

É uma planta trepadeira semi-lenhosa, vigorosa, nativa em todo território brasileiro, de ramagem densa, encontrada com muita frequência dispersa em campos, revestindo barrancos, margens de estradas e cercas em pastagens.




Os nomes populares são alusivos ao seu constante uso na decoração das festividades de São João de Norte a sul do país.
Possui numerosas inflorescências, densas, com flores tubulares, longas, alaranjadas, claras ou escuras, nos meses de inverno, quando destaca-se do restante da vegetação. Ocorre também uma variedade de flores amarelas, muito raras em cultivo.




É a flor que enfeita os mastros das festas juninas e que foi eleita representativa da cidade de Campinas SP. As flores contém grandes quantidades de néctar que alimenta beija-flores e outros pássaros.
E uma planta adaptada a climas tropicais, equatoriais e subtropicais.


´
É uma planta que requer alta luminosidade e deverá ser cultivas a pleno sol, e também em solo fértil, rico em material orgânico e totalmente drenável.
Para estimular a floração, poderá ser utilizada adubação rica em potássio.
Multiplicam-se por sementes e por estacas.




Plantas Ornamentais no Brasil Arbustivas, herbáceas e Trepadeiras.

Autor  Harri  Lorenzi  e  Hermes Moreira de Souza.  Terceira  Edição.









Nenhum comentário:

Postar um comentário